Imobiliária em Santos
Apartamentos em Santos 13 97417-750113 97417-7501Imobiliária em Santos 13 3321-9000

Notícias do mercado imobiliário

Plano Preventivo da Defesa Civil começa a valer nesta terça-feira


Morro do Marapé é um dos pontos mais críticos

Olhos atentos para morros e áreas de risco onde podem ocorrer deslizamentos e inundações. A partir desta terça-feira (1º), entra em cena o Plano Preventivo da Defesa Civil, o PPDC, em quatro cidades da Baixada Santista: Cubatão, Guarujá, São Vicente e Santos. O objetivo é evitar acidentes em pontos críticos.

Neste ano, o plano terá uma novidade na classificação da situação da área: quando o acumulado de chuva atingir 80 milímetros em 72 horas, já será considerado estado de alerta (antes, eram necessários 100 milímetros no mesmo período para sair de estado de observação para alerta).

Morando há 13 anos no Morro do Marapé, em Santos, a auxiliar de limpeza Rosileine de Carvalho Souza é uma das milhares de pessoas que se desesperam quando a chuva cai mais forte. “Minha casa fica muito próxima de um barranco. Quando chove, eu fecho a porta e fico rezando para não acontecer nada”.

Sensores

Considerado um dos pontos mais arriscados da Cidade neste período de chuvas, o Morro do Marapé contará, durante a vigência do plano, com mais uma medida de controle do Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Nacionais (Cemaden).

“Serão instalados sensores de alerta ali, por ser um morro com histórico de escorregamento e rolamento de blocos. Também foi considerado o tipo de encosta”, explica o coordenador da Defesa Civil municipal, Daniel Onias.

Em Cubatão, que ficou debaixo d’água em fevereiro de 2013, o Plano Preventivo tem ações previstas especificamente para inundações, a fim de evitar o pior.

“Teremos intenso monitoramento na área de drenagem dos rios Casqueiro, Cubatão, Mogi e Perequê”, destaca o coordenador da Defesa Civil da Cidade, José Antonio dos Santos. Cubatão também tem um plano para a região da Serra do Mar.

Nas duas cidades, segundo as prefeituras, os moradores de áreas de risco estão sendo orientados sobre o que fazer quando houver situações de perigo.

“Em Santos, os moradores cadastrados receberão SMS pelo telefone com avisos”, destaca Onias. 

01/12/2015

Últimas notícias