Notícias do mercado imobiliário

Construtora lança apartamento decorado no metaverso

Inicialmente um complemento do decorado físico, ideia é substituir um dos decorados do próximo lançamento pela nova tecnologia e reduzir custos

Por Marília AlmeidaPublicado em 10/05/2022 14:28 | Última atualização em 10/05/2022 14:36Tempo de Leitura: 4 min de leitura

A incorporadora paulistana Habitram lançou seu primeiro decorado no metaverso, espaço coletivo virtual que replica a realidade por meio de dispositivos digitais, uma junção de realidade virtual, realidade aumentada e a internet.

O objetivo é oferecer um ambiente imersivo e realista para que potenciais compradores do empreendimento Líbrio, localizado no bairro da Vila Mariana, na zona oeste da cidade, tenham a sensação de como é morar no imóvel. Este primeiro decorado virtual serviu, no empreendimento, como um complemento do decorado físico.

Quem visita o estande de vendas pode vivenciar experiências físicas no ambiente virtual ao entrar em uma sala e colocar um óculos de realidade virtual, plugado em duas TVs. Dessa forma, é possível passear pelo decorado, observando detalhes da planta, decoração e experimentando sensações de estar dentro do apartamento, e até de chuva.

As construtoras já exibem apresentações em 3D e em 360º nos estandes. A diferença é que o metaverso é mais realista, diz Tony Shayo, sócio-fundador e CEO da Habitram. "É possível olhar para cima, para baixo, dar passos e até colocar um filme na TV."

A novidade atraiu para o estande 50% mais visitas do que o empreendimento registrava anteriormente, inclusive de clientes que já haviam adquirido apartamentos. Também foram conferir o decorado curiosos, incorporadoras interessadas em lançar uma solução semelhante em seus estandes e fundos de investimento, conta o executivo.

Redução de custos

A ideia é que o decorado no metaverso substitua um dos dois decorados físicos previstos no próximo lançamento da construtora, no segundo semestre do ano, conta Shayo.

Essa estratégia irá render economia de pelo 1% dos gastos previstos para marketing, que correspondem a 4% do valor geral de vendas do empreendimento.

Ou seja, o que antes custava 1,5% do orçamento para marketing passará a custar 0,5%, calcula Shayo. "Passamos agora por um momento muito difícil do mercado, com alta de juros e explosão de custos da obra. Não estamos conseguindo repassar todos esses aumentos para os compradores. Portanto, toda redução de custos é bem-vinda."

A construtora também planeja, neste próximo lançamento, que os potenciais compradores possam passear por todo o empreendimento, e não apenas pelo decorado. "Vamos incluir ambientes como portaria, salão de festas, piscina e academia. Queremos até que a sala de imersão exale cheiros para ampliar a imersão".

O investimento para implantar a tecnologia é basicamente comprar os equipamentos para acessar o ambiente virtual, além do serviço de um desenvolvedor para construir o apartamento no metaverso.

Saiba mais clicando neste link: https://exame.com/mercado-imobiliario/construtora-apartamento-decorado-metaverso/

12/05/2022

Últimas notícias